Pular para o conteúdo

VelaShow 2019, o primeiro!

28/04/2019
tags:

No fim de semana da Páscoa (19 a 21 de abril 2019) aconteceu o primeiro VelaShow, em Itajaí, SC. Um salão náutico dedicado exclusivamente a atividades relacionadas de algum jeito à Vela. De carta forma, uma aposta de que o mercado da Vela poderia comportar um salão seu. O resultado? Acho que quem apostou, ganhou! Quem ficou de fora mas foi ver ou tentou se informar deve estar se perguntando se perdeu algum trem. Perdeu.

Aqui estão algumas imagens e comentários sobre este VelaShow, primeiro do seu nome. Embora tenha sido mandado para lá como representante da ABVC, o que segue é pessoal e não representa necessariamente a posição da Associação. Vamos lá.

Programa para o público

Além do salão, aberto das 12h00 às 21h00, havia palestras de manhã, workshops à tarde e em paralelo a tudo isto, para os mais animados, regatas na sexta e no sábado.

Palestras

Encheram o auditório, com capacidade para 500 pessoas:

  • Beto Pandiani, sobre sua travessia do Drake.
  • Adriano Plotzki e Aline Sena, sobre sua vida antes e depois de criarem o #SAL. Esta palestra teve repeteco tamanho o sucesso.
  • Vilfredo Schurmann. 3 horas de duração, e foi pouco. Embora intitulada “A Tubolit” e anunciada com tema “Construção do Veleiro Kat”,  teve pouco disto mas cobriu os 35 anos de aventuras e projetos da familia.
  • Beto , Thais e Google, direto da Croacia, via video-conferência, com o sabor fresco do relato de algo que está acontecendo.

Workshops

Inicialmente previstos para poucas pessoas, foram transferidos para o auditório depois do primeiro pois havia muito mais interessados do que espaço para sentar. Boa parte dos apresentadores tinham estandes na feira, o que permitia continuar as perguntas depois da apresentação.

  • Denilson Fuchs (Como realizar o seu sonho de morar a bordo de um veleiro)
  • Marcelo Lopes (Dicas essenciais para comprar um veleiro)
  • Marcelo Bonilla (Teoria básica de vela para iniciantes)
  • Roberto Deschamps (Pintura de antiincrustante da embarcação: cuidados e dicas)
  • Luiz Felipe de Carvalho (Modelagem 3D do casco de um veleiro)
  • Flavio Ramires (Navegação eletrônica para velas)
  • Marcelo Huertas (Limpeza e conservação interna e externa de veleiros de cruzeiro usando produtos ecoeficientes)
  • Arturo Justicia (Certificações náuticas internacionais: seu ingresso na industria profissional de iates)

Regatas

Houve três eventos náuticos ligados ao VelaShow, lembrando que vela é diversão e esporte:

  1. O Velejaço. Duas flotilhas de veleiros zarparam, de São Francisco do Sul e Floripa, e chegaram na Marina Itajaí na sexta, com confraternização à noite no VelaShow. Quem conseguiu se infiltrar nos cais da Marina pode ver o pessoal arrumando os barcos.
  2. Durante a sexta, a ANI (Associação Náutica de Itajaí) organizou regatas de Optimists, Shellback e Ibis Rubra, cuja premiação foi feita no VelaShow.
  3. No Sábado à tarde houve uma regata de veleiros de cruzeiro, com participação do pessoal do Velejaços e outros da Marina Itajaí e ANI. À noite, claro, festa e distribuição farta de medalhas e brindes, alguns da ABVC.

    VelaShow5

    Veleiros saindo do pier da ANI para a regata do Sábado, juntando-se aos da Marina Itajaí

Expositores

A primeira pergunta que se faz ao entrar num salão náutico é se há barcos em exposição, o resto vem depois. E tinha, muitos, bem mais que nos BS de SP e Rio – só não tinha lancha. Dentro e fora. Cabinados? Nada de super veleiros de luxo, apenas veleiros que tem uma chance de caber no bolso de uma familia ou grupos de compra (“sharing”), 25 pés ou menos como os Flash 170 e 205 ou o CS25.5, rebocável.

Um catamaran Wharram Tiki 38 (Amélia) lembrava que é possível construir sua embarcação. Este tema é um ponto forte da ANI com um dinghy que pode ser construido em poucos meses com um kit que compreende aulas, material e acesso a oficinas, para quem está em Itajaí – se tivesse isto em São Paulo, acho que me lançaria nesta aventura.

Tinha mais veleiros espalhados nos estandes. A Kalmar mostrou um lindo veleiro de madeira, a TomCat seu novo catamaran de regata, optimists diversos, um catamaran inflavel (BlackCat 430) e até um trimaran que atraiu muitos curiosos.

Respondida a primeira pergunta, o que mais tinha? Muita coisa, desde lojas de material náutico a seguradora, passando por pranchas de SUP, caiaques, kitesurf, parapente (alguns aparecem nas fotos acima). Um estande que sempre tinha gente era o da Roca Ankora, com vários tamanhos da sua boa âncora em exposição e até um tanque de areia para teste de modelos reduzidos (perfeitos para um bote de apoio). Diversas escolas de vela de todo o Brasil estavam presentes também, com gente fazendo fila para se informar. Ah, sim, como sempre, a Marinha do Brasil tinha seu canto, prestigiando eventos náuticos.

Tamanho e público

O tamanho do salão é modesto mas a área ocupada não tinha sobras, de modo que a próxima edição vai ter que crescer para fora. Conversando com alguns conhecidos que estavam em estandes, ficou claro que o grande diferencial foi o público. No lugar dos incáutos que vão ver o que os “bacanas” tem e babar sobre o que nunca vão poder usufruir, quem visitou no VelaShow estava interessado no que era acessível. Todos os estandes estavam sempre com gente perguntando, olhando, visitando. De maneira organizada, pouca fila, pouco barulho, e isso mesmo durante as apresentações. Para o público alvo e os expositores, certamente foi um sucesso.

Comentários finais

Gostei muito do evento. Em 3 dias, passeei pelos corredores inúmeras vezes e sempre tinha algo a ver que não tinha notado antes, ou encontrar pessoas conhecidas, conhecer novas pessoas. Todos, claro, interessados em vela e o que gira em torno dela. Para uma primeira edição, foi um sucesso. Teremos um segundo VelaShow o ano que vem?

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog Oficial ABVC

Mais um site de velejador, com dicas e relatos da tripulação do Kilimandjaro

MaraCatu blog

Gotas d'água salgada quase diárias

Bepaluhê - O veleiro da família

Mais um site de velejador, com dicas e relatos da tripulação do Kilimandjaro

The WordPress.com Blog

The latest news on WordPress.com and the WordPress community.

%d blogueiros gostam disto: